20 outubro 2010

Não sabes quem eu sou, mas eu sei quem tu és.
Sei o teu nome, vejo-te todos os dias.
Embora me vejas, não vês.
Parece que não existo, embora estejas em tão grande pedestal.
Coloquei-te lá sem saberes, mantens-te á uns meses.
Só queria que me visses passar, que me sorrisses.
Que me dissesses um olá, que perguntasses como estou.
Mas não fazes nada disso.
Provavelmente não sabes da minha existência, mesmo estando comigo todos os dias.
Queria que soubesses de uma coisa.

Amo-te secretamente...

1 comentário:

  1. Diz-lhe quem és. O primeiro passo tem de partir de alguém!

    ResponderEliminar

+ histórias