29 agosto 2011

Chega-te a mim. Deixa o orgulho de lado. Anda. Vem preencher o espaço entre os meus braços. Estou sentado na tua cama á tua espera. Olha-me nos olhos e nega-me este meu capricho. Não consegues pois não? Sorrio para ti quando os nossos olhos se encontram. O brilho ainda se mantém nesses escuros olhos castanhos. Vi-o no dia em que te conheci e ainda hoje está presente. Anda meu amor. Senta lá ao meu colo. Deixa-me tomar-te nos meus braços e apertar-te. Quero acariciar-te a face, alisar os teus cabelos. Deixas o orgulho de lado por mim??

Sem comentários:

Enviar um comentário

+ histórias